2013-10-31

Framboesas - Saúde - Beleza e Bem-Estar

Olá a todos! Segundo a Revista Saúde, ingerir framboesa reduz o risco de hipertensão e doenças cardíacas, e tem muitas outras vantagens para a saúde. Ora vejam o que os estudam mostram!

A framboesa oferece boas doses de antocianinas, pigmento que garante sua coloração avermelhada. As antocianinas fazem parte do grupo dos flavonoides que neutralizam os radicais livres, atacam as células e servem como gatilho para o desenvolvimento do cancro. Por isso, quanto mais flavonoides na dieta, menor a incidência de cancro e sua progressão. Além disso, um estudo americano revelou ainda que a antocianina, quando em conjunto com o ácido elágico (também encontrado na framboesa), previne a degeneração celular.

Assim como o ácido acetilsalicílico, as antocianinas da framboesa inibem a ação da enzima ciclooxigenase, que participa da síntese de uma hormona chamada prostaglandina, responsável pela dor e pela inflamação. Comer alimentos com antocianinas é indicado para aliviar a artrite e dores nas articulações.

Segundo um estudo inglês, publicado na revista American Journal of Clinical Nutrition, o consumo de antocianinas reduziu em 8% o risco de hipertensão. Essa substância colabora com o sistema circulatório, e protege artérias, previne a oxidação de lipoproteínas de baixa densidade (LBD), que estimulam a arteriosclerose e outras doenças coronárias.

 Uma pesquisa da Universidade de Brasília (UnB), mostrou que as moléculas desse composto se ligam ao ferro e ao cobre, impedindo que os dois minerais participem da formação dos radicais livres, que aceleram o envelhecimento. A artilharia anti-rugas é complementada pela vitamina C, contída na framboesa. Essa  liga-se aos aminoácidos lisina e prolina durante a formação do colágeno, que também garante firmeza à pele e evita a flacidez.

Framboeseiro
 Rica em vitaminas do complexo B, a framboesa garante uma boa secreção da bile. Essa substância — que é produzida pelo fígado e armazenada pela vesícula — atua diluindo as gorduras consumidas e tem ação depurativa. Com isso, evita-se que as gorduras sejam depositadas em vasos e artérias (provocando doenças cardíacas) ou que fiquem armazenadas na região abdominal.

Possui vitamina B6 (piridoxina), que participa diretamente da produção da serotonina, que combate a depressão. A serotonina é um neurotransmissor envolvido na troca de informações entre os neurônios. Uma eventual deficiência em sua produção regular pode provocar alterações de humor, fadiga, depressão e lesões cerebrais.

E sabem que mais? A framboesa é superalimento para os tipos genéticos "professor" e "coletor" e tem losango para o "explorador" e "nómada". Sei que é um pouquinho caro, mas não acham que vale a pena incluir estas frutinhas na nossa dieta? Quem tiver quintal em casa, ou uma varanda, pode até mesmo plantar este pequeno arbusto num vaso.